Inbound Marketing

Conheça os quatro primeiros passos do Inbound Marketing

Crescimento com marketing digital

Você já sabe que precisa ampliar o meios de fazer publicidade para ter resultados mais efetivos. Você também já sabe que o Inbound Marketing é cada vez mais adotado no Brasil por sua capacidade de atrair o público certo para sua marca. Mas como colocá-lo em prática?

Seja por meio de uma agência ou de uma equipe interna que irá realizar o trabalho, você precisa entender os pontos-chave para que essa metodologia traga os resultados que você deseja. Nós os resumimos em quatro passos – que não podem ser ignorados!

 

1 – Conheça suas personas

 

A base do Inbound Marketing está na produção e na distribuição de conteúdo relevante para seu público-alvo. E não adianta fazer isso no “achismo”: conhecer as pessoas com quem você deseja se relacionar e suas necessidades é o primeiro passo para não errar.

No Inbound Marketing, elas têm um nome que será muito familiar para você daqui pra frente, Buyer Personas. Representações do seu cliente ideal, elas precisam ser criadas com base no seu público-alvo e nas necessidades que ele precisa sanar. São as Buyer Personas que irão guiar toda a sua estratégia de conteúdo, assim como os formatos e melhores canais para distribuí-lo.

Um negócio não costuma ter apenas uma Buyer Persona – e é fundamental mapear todos os perfis de clientes que sua marca têm. Cada um irá gerar um trabalho focado em estudo de palavras-chaves ideais, de comportamento na internet e tipos de conteúdo que mais engajam.

Mas não é só de Buyer Personas que vive uma estratégia de Inbound. Para criar um tom de voz e uma identidade na maneira de comunicar, entra em jogo a Brand Persona. Ela representa aquilo que sua marca quer passar para o público e dá personalidade ao seu conteúdo.

 

2 – Entenda o processo de compra

 

Depois da criação das Buyer Personas, fica mais fácil pensar em ações específicas para cada etapa da Jornada do Comprador. Mas você sabe quais são as etapas dessa trajetória?

Seu primeiro estágio é o de aprendizado e descoberta, quando a persona não sabe exatamente qual é seu problema e nem como resolvê-lo. O conteúdo aqui deve atrair e esclarecer. Depois vem o reconhecimento do problema, momento em que sua comunicação deve ser voltar às soluções oferecidas. Quando a persona entende que seu produto ou serviço pode ajudá-la, ela entra no estágio de consideração das soluções. E, por fim, vem a decisão de compra, que precisa ser embasada em material que destaque os diferenciais do seu negócio.

 

3 – Defina ações e canais de distribuição

 

Com esse conhecimento em mãos, é chegado o momento de planejar seu conteúdo e a distribuição eficaz dele na internet. Que canais não devem faltar em sua estratégia de Inbound?

Site

Seu site é muito mais que um cartão de visitas digital. Ele é uma ferramenta de conversão. Isso significa que precisa estar atualizado, ter todas as informações essenciais sobre o seu negócio e ser responsivo – ou seja, adaptável a várias telas.

Blog

Manter um blog dentro do seu site é fundamental para sua visibilidade online. Toda estratégia de Marketing de Conteúdo bem sucedida conta com um blog para concentrar os textos que servirão de base para vários estágios da jornada de compra.

Landing Pages

Também conhecidas como páginas de conversão, as Landing Pages têm exatamente este objetivo: oferecer conteúdo de relevância para determinados estágios da jornada e, em troca, captar dados – nome, e-mail e telefone, por exemplo – de seus potenciais clientes.

Redes Sociais

Elas dão visibilidade e credibilidade para sua marca, além de funcionarem como uma via de mão dupla. Através delas, você consegue criar conversas quase instantâneas com seu público, e percebe rapidamente que estratégias estão ou não funcionando na comunicação com suas personas.

Email Marketing

Apesar de serem fundamentais, as redes sociais não fazem seu conteúdo chegar a toda a base de interessados. Já o e-mail é diferente: uma ferramenta que faz parte do dia a dia de quase todos nós, ele é geralmente lido com cuidado. Assim, torna-se um meio eficaz de relacionamento com seus potenciais clientes e clientes. Ele só precisa ser bem explorado!

 

4 – Crie uma estratégia de automação

 

Personas criadas? Ações definidas para cada etapa da jornada de compra? Canais de comunicação escolhidos e integrados às suas ações? Muito bem! Agora, esse trabalho todo precisa fluir, certo?

Através da automação de marketing, é possível definir ações direcionadas – e programá-las – para cada etapa da jornada que um potencial cliente passa. Por exemplo: uma determinada pessoa preencheu um formulário em uma Landing Page para receber um ebook. O que acontece depois? Você pode planejar um fluxo de emails específico relacionado ao assunto e que possa gerar uma oportunidade de contato direto com sua equipe de vendas.

Agora você já sabe o caminho das pedras para iniciar sua trajetória no Inbound Marketing. Quer nossa ajuda para adotar o Inbound na sua empresa? Então acesse o formulário de contato da Eureka Digital e vamos conversar.

2 comentários sobre “Conheça os quatro primeiros passos do Inbound Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *